A escultura realista interativa chamada Graham, a única “pessoa” na Terra projetada para resistir a uma colisão de carro, foi nomeada para a premiação anual Designs of the Year.

Utilizado em 2016 pela The Transport Accident Commission em Victoria, Austrália, para demonstrar a vulnerabilidade do ser humano em acidentes de trânsito, Graham foi feito pela artista visual de Melbourne, Patricia Piccinini, em colaboração com o cirurgião de trauma, Christian Kenfield, e um especialista em investigação de acidentes, Dr. David Logan.

Feito a partir de uma combinação de fibra de silicone, concreto, cabelo humano e aço, e pesando cerca de 200 Kg, o físico incomum de Graham demonstra como os seres humanos poderiam ser tivéssemos evoluído para suportar batidas de carro.

Seu crânio alargado é preenchido com líquido extra cerebroespinal e ligamentos para proteger o cérebro, enquanto o pescoço – uma das partes mais vulneráveis do corpo em uma colisão- foi completamente removido. Pequenas bolsas foram colocadas entre cada uma das costelas para servirem como amortecedores, semelhantes a um airbag, e as juntas extras nas pernas permitem que ele saia do caminho rapidamente.

Como parte da campanha, o TAC Desenvolveu e lançou uma ferramenta educacional interativa online, que permite aos usuários inspecionar e entender o corpo de Graham.

Nomeado na categoria digital no Designs of the Year, Graham enfrenta outros sete projetos, incluindo o jogo de realidade virtual Pokemon Go da Niantic e o Google Noto da Google.

E você, o que achou da indicação de Graham ao Designs of the Year? Deixe o seu comentário logo abaixo!